Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

De Cacilhas pelo Cais do Ginjal ao fim da tarde

Aproxima-se o fim do Verão e esta semana o blog Synapsis sugere uma visita/passeio pelo famoso Cais do Ginjal, em Almada, com vista privilegiada para Lisboa, num trajecto entre Cacilhas e a zona de Almada Velha.  Misto de história, ruínas, memórias, mistério, nostalgia ou descoberta, o conhecido Cais do Ginjal, em Almada, estende-se entre o terminal de transportes de Cacilhas e a designada Almada Velha. Enclausurado entre íngremes falésias e o Rio Tejo, o percurso vale hoje pela paisagem sobre a capital Lisboa, a Ponte 25 de Abril e pelos bares e restaurantes, agora muito procurados especialmente por turistas, para quem - e ao contrário dos lisboetas e almadenses - Almada faz parte de Lisboa, apenas tem um rio no meio. Um percurso com dois metros de largura separa os visitantes de eternas ruínas do rio Tejo. Por ali deambulam quase indiferentes ao tempo que passa gatos gordos (alimentados por senhoras amantes de gatos), pescadores artesanais e casais de namorados. Caminhar por aquele e
Mensagens recentes

Pela costa do País Basco: de Deba e Zumaia

Esta semana a Patrícia Pereira sugere uma viagem pela costa do País Basco, no norte de Espanha. Motivos não faltam para desfrutar de paisagens deslumbrantes, onde verde e azul são a perder de vista...  Pela costa do País Basco: de Deba e Zumaia Uma aventura pela costa lá para os lados de Euskadi, na vizinha Espanha, existe um trilho de uma beleza rara entre as vilas de Deba e Zumaia. Este trilho, apelidado de Ruta del Flysch, começa mesmo junto à costa, e logo desde o início conseguimos vislumbrar no nosso olhar o horizonte do mar. Momentos depois ficamos lado a lado com a costa e temos logo uma imensidão de oceano para apreciar. Descemos e podemos até ter contacto directo com a água salgada em pequenas praias de pedras espalhadas pela costa. Numa delas podemos observar os flysch, que são formações rochosas, que podemos observar mar adentro. Continuando o nosso caminho iremos subir e passar por algumas, aldeias e até vinhedos da região. Quase parece uma montanha russa, de tanto sobe e

Marqueses de Fronteira e Feira do Livro de Lisboa

Esta semana as sugestões do blog Synapsis ficam-se pela capital do país: Josete Perdigão leva-nos ao Palácio dos Marqueses de Fronteira, considerado o Palácio mais bonito de Lisboa. Por outro lado, Inês Pires sugere navegar por entre livros e livros na Feira do Livro de Lisboa. Palácio dos Marqueses de Fronteira O Palácio dos Marqueses de Fronteira , em Lisboa, é ocupado hoje pelo 12° Marquês de Fronteira e pela sua família. Esta construção do séc. XVII (1671 e 1672) foi casa de férias e pavilhão de caça do primeiro Marquês de Fronteira, João de Mascarenhas. Habitualmente, não faz parte do roteiro de muitos turistas, apesar de toda sua importância e beleza. Uma das salas mais apreciadas do Palácio é a Sala das Batalhas, onde existem painéis que retratam cenas de batalhas da Guerra da Restauração, onde se vê João de Mascarenhas a combater.   A capela toda decorada com conchas, pedras, pedaços de porcelana e vidro é de visita obrigatória. Diz a lenda que os pedaços de porcelana são d

Sugestões da semana: PATEIRA DE FERMENTELOS E ALQUEVA

Esta semana temos a Patrícia Pereira a sugerir visitas às Pateiras de Fermentelos e do Carregal, passando por outros lugares belíssimos e terminando em Águeda, com os seus chapéus-de-chuva coloridos. Alberto Pereira leva-nos a uma viagem mágica pelo sempre mágico Alqueva.    DA PATEIRA DE FERMENTELOS A ÁGUEDA Pelas Pateiras de Águeda é um passeio que pode ser feito por qualquer pessoa, desde ir sozinho, com amigos, com os namorados(as), em família, e desfrutar das belas paisagens destes locais plantadas pela natureza e cuidados pelos seus conselhos e pessoas que gostam de as preservar. Venho dar-vos a conhecer alguns sítios que com a sua simplicidade conseguem cativar qualquer pessoa, em qualquer altura do ano.   No verão são muito aprazíveis para juntar pessoas e fazer piqueniques ao ar livre, aproveitar para levar as crianças a conhecer a natureza e ensiná-las a proteger o futuro, amando tudo o que ela nos dá, ou até mesmo para namoriscar, ler um livro em plena natureza ou até para a

Sesimbra, Cabo Espichel e Campo Maior - Mar e História

  Esta semana as propostas Synapsis de viagens e lugares vão levar-nos a Sesimbra e Cabo Espichel (Um paraíso junto ao mar) e Campo Maior (um lugar riquíssimo em história e património). De Sesimbra ao Cabo Espichel por mar Fazer a viagem de barco entre Sesimbra e o Cabo Espichel é ter uma autêntica lição de geologia. Ou melhor, várias lições: a geologia deste percurso é com certeza das mais ricas de Portugal em termos de antiguidade e da própria história da Terra, pois aqueles rochedos sobranceiros ao mar mostram milhões de anos de vida neste planeta, com manifestações e movimentações geológicas que moldaram aquele troço das serras sobranceiras ao mar da Península de Setúbal.  Oportunidade também para usufruir da praia da Ribeira de Cavalo, um paraíso apelativo apenas com acessos por mar ou pelas escarpas íngremes da serra. Há várias empresas a fazerem estes passeios e estes trajectos por mar:  https://www.google.com/search?q=barco+sesimbra+praia+ribeiro+do+cavalo&rlz=1C1FGUR

Sugestões de viagens esta semana: Barragem dos Minutos e Picos da Europa

No seguimento das sugestões das semanas anteriores, com grato acolhimento por parte dos leitores do blog Synapsis, esta semana sugerimos mais dois destinos distintos: a Barragem dos Minutos, perto de Montemor-o-Novo, e os Picos da Europa, no norte de Espanha.  Barragem dos Minutos Não muito longe da cidade de Setúbal e a poucos quilómetros da localidade de Montemor-o-Novo, alimentada pelo Rio Almansor, encontramos, desta vez, a Barragem dos Minutos, lugar onde qualquer minuto leva horas a passar. Com características algo similares, descritas no meu artigo anterior sobre a Barragem do Pego do Altar (Santa Susana, Alcácer do Sal), a Barragem dos Minutos, com uma albufeira mais reduzida, oferece-nos também um espaço de tranquilidade, boas panorâmicas para os entusiastas da fotografia e águas quentes e mansas para a prática da natação e canoagem. No centro, e apesar de ficar longe do mar, encontramos um pequena ilha, que, segundo informação disponível no local, serve de nidificação a g